quarta-feira, 6 de outubro de 2010

A menininha que lia escondido

    
     A menininha de longos cabelos lia escondido. Punha o livro entre os cadernos e fingia que estudava para a escola, com a porta do quarto encostada.
     Os pais da menininha de longos cabelos não a deixavam ler, pois uma pessoa que se embrenha pelo mundo da leitura pode querer saber demais, perguntar demais, pensar demais, e isso é deveras perigoso, os pais sabiam.
     Então a menininha de longos cabelos começou a pensar demais, saber demais e perguntar demais. Os pais perceberam a mudança de comportamento da pequena e souberam que ela havia sido contagiada pelo poder dos livros. "Agora é tarde demais", pensaram eles, "ela já sabe da verdade." Desistiram da menininha de longos cabelos e então ela conseguiu voar. 
     Hoje, adulta,  a menininha de longos cabelos tem uma filhinha de longos cabelos e percebeu a mudança de comportamento nela. E a mãe de longos cabelos ficou apreensiva e pensou consigo: "Agora ela vai também." E a filhinha de longos cabelos alçou seu voo. 
     "Pobre dos meus pais, eles nunca saberão o que é voar." - pensou a mãe de longos cabelos.
           

2 comentários:

  1. Que lindo *-*
    E a imagem é tão singela!!!
    =)
    Bjks =*

    ResponderExcluir
  2. Lindo, lindo e lindoooo! A leitura enobrece a alma!!!! *-*

    ResponderExcluir